Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Os portugueses gostam de ser interditados a determinadas condutas de forma a poderem demonstrar avidamente a sua capacidade inata para produzir indignação. Como exemplo, seria desadequado desenvolver em Portugal uma campanha de sensibilização para a utilização de transportes públicos. Por ser um acto não invasivo à liberdade do português, este sentir-se-ia tristemente frustrado por não poder expressar a sua fúria contra tal medida. A solução está nas sábias palavras proferidas por um popular no dia europeu sem carros: «Deviam proibir para sempre o trânsito na cidade de Lisboa». Para quê incitar a uma mudança de mentalidades, quando proibir é tão mais proveitoso para a felicidade de todos?

Autoria e outros dados (tags, etc)

escarnecido às 00:00





Pesquisar

  Pesquisar no Blog