Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Uma música para ser apreciada pela maioria das pessoas tem necessariamente de ser composta por 90% de batidas graves produzidas artificialmente através de software. Estas obras musicais são depois reproduzidas em altos níveis decibéis no interior de grandes armazéns escuros adaptados para o efeito, onde, debaixo de luzes estroboscópicas, corpos usados se roçam sorrateiramente à procura de dono para mais uma efémera consumação. Para desmoronar qualquer barreira moral sobrevivente e optimizar os níveis de eficácia das fricções corporais, balcões dispostos estrategicamente servem bebidas de elevado teor alcoólico a preços irreais de mercado. No dia seguinte o pudor presta uma visita a todos os participantes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

escarnecido às 19:02

Enquanto que na época dos Descobrimentos os portugueses erguiam os seus marcos de pedra em terras exploradas, assinalando assim as suas tomadas territoriais, algumas raparigas contemporâneas praticam um ritual idêntico para demonstrar a sua vocação conquistadora em relação ao sexo oposto. Actualmente não basta atrair um indivíduo e relacionar-se com ele em privado, é necessário divulgar explicitamente tal facto, como um pré-aviso público de que ali reside uma fêmea organicamente aliciante e poderosa, alvo de pretensões masculinas amiúdes. O portfolio masculino de uma rapariga geralmente pode ser consultado através de fotografias, organizadas e arquivadas cronologicamente, e publicadas em redes sociais na Internet, abertas a comentários lisonjeiros de terceiros. Nestas peças fotográficas, na maior parte das vezes, a rapariga está a olhar para a objectiva da câmara, com uma das partes do seu desbravado corpo tocando no ingénuo descartável que está ao lado, o que demonstra a sua verdadeira preocupação em obter o melhor ângulo fotográfico. Este comportamento de divulgação é também uma garantia para o futuro, uma abertura de portas para um novo desamparado a atrair para a cilada, caso o indivíduo precedente entretanto ganhe uma inesperada lucidez psicofísica que o leve a abandonar o relacionamento.

Autoria e outros dados (tags, etc)

escarnecido às 08:00

Palavras omitidas, artigos sem substantivos e frases em suspenso são hábitos que se instalam lentamente na sociedade actual, acompanhados de uma caricata percepção generalizada de que se trata de uma linguística normal. Estes fenómenos podem ser escutados com frequência em diálogos estéreis pela via pública:

- Então e essa gripe...
- Ainda não estou curado mas estou em vias de...
- Olha, tenho que ir. Fica bem e continuação...
- Obrigado. Um abraço para ti e para os teus...

Autoria e outros dados (tags, etc)

escarnecido às 00:00

O melhor que pode acontecer a um indivíduo é falecer. Não só ganha instantaneamente uma quantidade infindável de amigos e conhecidos nunca antes vistos como também começam a circular rumores de que «afinal até era boa pessoa».

Autoria e outros dados (tags, etc)

escarnecido às 20:33

Baseando-me na experiência que tenho na visualização de filmes portugueses, consigo imaginar uma sessão de casting para a escolha dos actores:

- Bom, após uma análise da sua improvisação devo dizer que a senhora tem um harmonioso par de seios. Foi notável no desabotoamento da camisa, contudo demorou bastante tempo na remoção dos collants. O facto de ter proferido algumas palavras também desvalorizou muito a sua actuação. Não se esqueça que o espectador quer polpa feminina e não discurso desnecessário, principalmente vindo de uma mulher atraente. De qualquer maneira está contratada, parabéns!

Autoria e outros dados (tags, etc)

escarnecido às 22:30




Pesquisar

  Pesquisar no Blog