Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Pedro Passos Coelho passeava na rua quando subitamente escorregou num folheto. A descompensação no seu centro de gravidade provocou um imediato confronto facial com o pavimento, obliterando-lhe a dentição lateral incisiva e atribuindo-lhe instantaneamente um novo significado ao apelido. Por mera coincidência, naquele momento, as únicas pessoas que circulavam por perto eram comentadores políticos, pelo que não tinham qualquer capacidade de acção, tal como é habitual naquela classe de opinião à distância. Enquanto o Primeiro-Ministro, de joelhos no chão e debilitado na sua expressão fonética, tentava não engolir o sangue que lhe brotava das gengivas, os outros transeuntes planeavam ao longe as palavras rebuscadas que iriam utilizar nas colunas opinativas do dia seguinte.

Autoria e outros dados (tags, etc)

escarnecido às 22:14





Pesquisar

  Pesquisar no Blog