Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Durante uma conversa é frequente trocarem o meu nome por outro qualquer, o que reflecte a importância que a minha existência humana representa para essas pessoas. Este tipo de lapso obriga-me a interromper a conversação para lançar uma chamada de atenção relativamente à minha denominação verdadeira. Na verdade isso não me incomoda, apesar de ser uma profunda falta de consideração para comigo e para com o trabalho do notário que outrora procedeu ao registo. Incomoda-me sim que, depois de chamadas à razão, as pessoas passem a repetir o meu nome verdadeiro a cada par de palavras, como se de vírgulas se tratasse, tentando falsamente disfarçar o buraco infinito inicialmente aberto. Caros praticantes de tal procedimento, avisa-se que a referida conduta revela-se contraproducente por ser tardiamente aplicada. Obrigado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

escarnecido às 00:05


Reclamar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.





Pesquisar

  Pesquisar no Blog