Terça-feira, 8 de Outubro de 2013
Sobre a Ideia Casa

Noutro dia liguei a televisão de manhã e de imediato Nuno Graciano infestou todos os meus sentidos com a questão: "Não sabe se deve mudar de colchão? Com a Ideia Casa pode!". Sentado num belo e amplo colchão, este hipotético apresentador conseguiu captar logo ali a minha atenção para esta problemática. De facto, há anos que não tenho a certeza sobre a minha relação com a cama do meu quarto mas nunca soube como poderia resolver o assunto. Continuei atento. A minha vontade de comprar aquele delicioso colchão subia em flecha, principalmente ao ouvir Graciano referir que se trata de um «sistema de descanso revolucionário». Estava feliz e quase decidido quando o senhor calvo vem dizer que aquilo até «sustenta qualquer pessoa». O sonho desabava ali. A verdade é que ao adquirir este produto teria de desistir dos cavalos e éguas nas minhas orgias nocturnas e isso seria uma facada nas costas dos meus fetiches.

Ideia Casa, acabam de perder um potencial cliente.



publicado pelo Escarnecedor às 14:40
link do escárnio | reclamar | favorito

Quarta-feira, 1 de Agosto de 2012
Sobre o verão

Anualmente tenho a oportunidade de examinar o estado da evolução femínea, graças a essa variável universal chamada verão. É com tristeza e preocupação que, ano após ano, constato que há uma espécie em vias de extinção: as raparigas simples e modestas. É extremamente raro encontrar um exemplar que preserve alguma da beleza original. Ou deambulam besuntadas de pós, tintas e pinturas nas unhas e cabelo, com as pernas erguidas por socas de 6 centímetros, ou estão marcadas como gado com horrendas parafernálias epidérmicas. Verbalizam sons com maneirismos linguísticos deficientes, alinham em qualquer coisa que apareça à frente, fumam, bebem e experimentam de tudo. São esponjas obedientes e sem classe, seguindo disposições societárias sem se aperceberem. Já não há sorrisos descomplicados e verdadeiros nem pálpebras naturais. A natureza bela, que outrora conheci, está corrompida.



publicado pelo Escarnecedor às 20:30
link do escárnio | reclamar | ver reclamações (1) | favorito

Sexta-feira, 13 de Julho de 2012
Sobre o tuning feminino

O tuning transforma um automóvel mediano num automóvel mediano e saloio, de forma a destacar-se dos restantes milhares de automóveis medianos. Esta teoria aplica-se a raparigas que, não fazendo rebentar a escala de atributos qualitativos impostos pela sociedade, se apetrecham periodicamente para simular particularidades intangíveis. Sem se aperceber, uma jovem ao atarraxar os cepos a uns saltos altos está a passar um atestado de incompetência aos seus procriadores, por estes a terem concebido com fémures inferiores à média. Imagino como os pais de tal rapariga se devem sentir, tristemente infelizes por o espermatozóide originário ter sido um mau aluno. Outrora, aquele pequenote desatou a correr para o ovário em vez de se sentar na sala de estudo testicular a reler o capítulo sobre a estatura perfeita do Homo sapiens...



publicado pelo Escarnecedor às 13:33
link do escárnio | reclamar | favorito

Terça-feira, 10 de Julho de 2012
Sobre os comentadores políticos

Pedro Passos Coelho passeava na rua quando subitamente escorregou num folheto. A descompensação no seu centro de gravidade provocou um imediato confronto facial com o pavimento, obliterando-lhe a dentição lateral incisiva e atribuindo-lhe instantaneamente um novo significado ao apelido. Por mera coincidência, naquele momento, as únicas pessoas que circulavam por perto eram comentadores políticos, pelo que não tinham qualquer capacidade de acção, tal como é habitual naquela classe de opinião à distância. Enquanto o Primeiro-Ministro, de joelhos no chão e debilitado na sua expressão fonética, tentava não engolir o sangue que lhe brotava das gengivas, os outros transeuntes planeavam ao longe as palavras rebuscadas que iriam utilizar nas colunas opinativas do dia seguinte.



publicado pelo Escarnecedor às 22:14
link do escárnio | reclamar | favorito

Quinta-feira, 28 de Abril de 2011
Sobre as modas

Está na moda lavar os ouvidos com pasta de dentes.

Provavelmente não, mas para catapultar um absurdo costume na sociedade basta proferi-lo uma vez, preferencialmente a um indivíduo linguareiro, como se de um segredo se tratasse, para que no prazo de dias se verifique um aumento concorrencial nos corredores dos dentífricos. Manipuláveis criaturas...



publicado pelo Escarnecedor às 00:35
link do escárnio | reclamar | ver reclamações (2) | favorito

Sexta-feira, 28 de Janeiro de 2011
Sobre os sanitários públicos

Quando o intestino grosso fica enfartado não há nada mais enriquecedor do que recorrer a um sanitário de um centro comercial para ali defecar em comunidade, onde cada um tem a possibilidade de partilhar em simultâneo os seus efeitos sonoros de libertação e respectivos odores pútridos. E quando a tarefa está concluída basta higienizar os acessos ao recto, lavar as mãos e abandonar o local com um sentimento de dever cumprido para com a sociedade.



publicado pelo Escarnecedor às 00:17
link do escárnio | reclamar | ver reclamações (2) | favorito

Quinta-feira, 16 de Dezembro de 2010
Sobre as pessoas que gostam do que fazem

Não há nada pior do que conviver com pessoas que gostam do que fazem. Enquanto que os comuns trabalhadores estão condenados a transportar o seu corpo de um lado para o outro nos seus miseráveis ofícios laborais, outros optam por saltarilhar alegremente espalhando satisfação profissional por onde passam.



publicado pelo Escarnecedor às 22:49
link do escárnio | reclamar | ver reclamações (1) | favorito

Quarta-feira, 15 de Dezembro de 2010
Sobre as «Sluts»

Slut define-se como «rapariga fácil, que alinha em qualquer tipo de actividade desde que daí possa retirar proveitos prazenteiros». Inabilitada língua portuguesa que me obriga a recorrer a um termo estrangeiro por não possuir na sua colectânea linguística uma palavra fielmente descritiva deste tipo de pessoa. Já todos os indivíduos, por mais puristas de intelecto que sejam, se confrontaram alguma vez na vida com uma Slut. Se houver uma excursão de camioneta a uma pocilga rural, elas estarão lá nos bancos da frente do veículo, desde que na lista de passageiros conste pelo menos uma pessoa do sexo oposto, preferencialmente ornamentada com boné, pingentes auriculares, patilhas refinadas e calças de ganga descoloridas. Ao contrário do que se possa pensar, as acções por elas produzidas não são de todo efémeras, pelo contrário, as denominadas Sluts possuem arquivos fotográficos de baixa resolução de todos estes indivíduos com quem já se entremearam fisicamente, tal como se uma esfregona decidisse manter um registo de todas as mármores por onde já se esfregou.



publicado pelo Escarnecedor às 00:00
link do escárnio | reclamar | ver reclamações (1) | favorito

Terça-feira, 9 de Novembro de 2010
Sobre os corta-unhas

Apesar de ser um instrumento comum na sociedade, a utilização com excelência de um corta-unhas é ainda uma tarefa muito restrita. Aqueles que possuem uma mestria inata na manipulação deste objecto fazem questão de vir a público demonstrar isso mesmo. É frequente vermos na rua idosos sabedores chapotando as unhas com perícia deslumbrante. E se nos queremos instruir com os melhores, devemos parar ali mesmo e observar com atenção a grande lição de vida que nos é entregue de bandeja naquele momento. Porque nem tudo se aprende na escola...



publicado pelo Escarnecedor às 23:17
link do escárnio | reclamar | favorito

Quinta-feira, 16 de Setembro de 2010
Sobre Tiago Bettencourt (VI)

Tiago Bettencourt escreveu a seguinte mensagem no seu dispensável Twitter:

«Passei há pouco na fnac. O NOSSO ÁLBUM ESTÁ A 6.99 EURO!! Acho que é de aproveitar não? Vá lá meus amigos, não me pirateiem que me matam...»

Poderia lamentar a opção errada pelo singular em relação à moeda, ou a carência de vírgula depois do verbo «aproveitar» mas irei poupar Tiago relativamente às suas já conhecidas debilidades linguistas, outrora devidamente ressaltadas. Contudo, não poderei deixar passar o lamentável incentivo às cópias ilegais que o artista exalta nesta sua mensagem. Se de facto o acto de piratear o novo disco provoca o falecimento de Tiago Bettencourt é evidente que todas as pessoas com uma fasquia mínima de qualidade musical irão adoptar em massa esse procedimento homicida.



publicado pelo Escarnecedor às 01:14
link do escárnio | reclamar | ver reclamações (1) | favorito

Outubro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


pesquisar
 
últimos 20 escárnios

Sobre a Ideia Casa

Sobre o verão

Sobre o tuning feminino

Sobre os comentadores pol...

Sobre as modas

Sobre os sanitários públi...

Sobre as pessoas que gost...

Sobre as «Sluts»

Sobre os corta-unhas

Sobre Tiago Bettencourt (...

Sobre os desconhecidos

Sobre os nomes próprios (...

Sobre as agências de viag...

Sobre o "Capisce"

Sobre Cavaco Silva (III)

Sobre a prostituição

Sobre a imprensa cor-de-r...

Sobre o "Cólicêça"

Sobre as informações de t...

Sobre Tiago Bettencourt (...

arquivos

Outubro 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Abril 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

subscrever feeds
e-mail

escarnecedor@sapo.pt

twitter

http://twitter.com/escarnecedor